sexta, 10 de junho de 2022 - 11:44h - 2313
Em Manaus, Governo do Amapá participa do lançamento da 1ª chamada do programa Amazônia +10
Programa já tem investimento de R$52 milhões e adesão de 17 estados. O objetivo é apoiar projetos e pesquisas que promovam o desenvolvimento regional.
Por: Rafael Aleixo
Foto: Érico Xavier/Fapeam
Mais de R$ 52 milhões serão investidos na chamada do Programa Amazônia +10.

O Governo do Amapá participa, no Amazonas, do Fórum Nacional do Consecti e Confap, onde ocorreu nesta quinta, 9, o lançamento da primeira chamada do Programa Amazônia +10, cujo edital destina o valor de R$52 milhões para apoiar pesquisas e projetos que contribuam  com a resolução de problemas prioritários para o avanço sustentável na região amazônica.

O edital estará disponível no site  https://confap.org.br/ a partir de 24 de junho. Até o momento, o programa já conta com a adesão de 17 estados - o Amapá contribui com o montante de  R$500 mil, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amapá (Fapeap). 

O Amazônia +10, foi lançado pelo governador, Waldez Góes, e outros governadores durante a Reunião Anual do GCF Task Force, realizada em Manaus, em março deste ano.

Segundo o presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I (Consecti), Rafael Pontes, um dos maiores portfólios do Brasil para o mundo é a Amazônia.

“Esse esforço coletivo busca trazer e canalizar esforços para encontrar alternativas para a Amazônia e, com isso, resolver trazer melhorias para os povos da região, transferindo tecnologia para o Brasil e para o mundo”, enfatizou.

Também representando o Amapá no evento, a diretora-presidente da Fapeap, Mary Guedes, destaca a importância do lançamento do edital de forma conjunta.

“Estamos discutindo as políticas relacionadas a CT&I, com agências federais e internacionais, permitindo também a troca de experiências com outros estados para novos programas e ações para a região. A Fapeap participou do grupo de trabalho que elaborou a minuta do edital, além da Carta de Manaus, que redefiniu os valores dos estados em contrapartidas nas chamadas federais”, explicou Mary Guedes.

Eixos temáticos

O edital irá apoiar projetos nos seguintes eixos: 1) Territórios como infraestrutura e logística que facilitam o desenvolvimento sustentável em dimensão multi escalar; 2) Povos da Amazônia como protagonistas do conhecimento e da valorização da biodiversidade e adaptação às mudanças climáticas; e 3) Fortalecimento de cadeias produtivas sustentáveis pelos amazônidas. Os projetos terão duração de até 36 meses.

O  Fórum Nacional do Consecti e Confap reúne presidentes e representantes das 26 Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs), Secretários Estaduais de CT&I, gestores de entidades acadêmicas, científicas e de agências federais e internacionais.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá