quinta, 06 de janeiro de 2022 - 11:41h - 6586
Governo do Amapá inicia nova etapa da obra de integração entre rodovias Norte-Sul e Duca Serra
Serviços avançam nas frentes de trabalho para a construção da nova estrada e do primeiro viaduto do Amapá.
Por: Joyce Batista
Foto: Marcelo Loureiro/Secom
Nesta quinta-feira, 6, houve derrubadas de muros para a continuidade da obra

Uma nova etapa na obra de integração das rodovias Norte-Sul e Duca Serra (AP-020) começou com a derrubada dos muros das áreas já desapropriadas da Infraero e do Exército Brasileiro. O governador do Amapá, Waldez Góes, acompanhou esse início dos trabalhos durante a manhã desta quinta-feira, 6, acompanhado de engenheiros e técnicos.

Essas intervenções irão possibilitar o alargamento da Norte-Sul para a continuidade dos serviços de drenagem e terraplenagem, além da criação de um desvio para o fluxo de veículos durante a construção do viaduto na Duca Serra, conforme previsto no planejamento do Executivo.

O projeto prevê que todos os sete quilômetros da via tenham quatro pistas pavimentadas e sinalizadas, além de contar com iluminação, ciclovia, passeio público e pista de cooper. Um outro viaduto também será erguido no eixo de ligação da Norte-Sul com a BR-210.

"Tudo isso é um projeto de engenharia muito bem pensado e idealizado e que agora a gente está tendo a oportunidade de dar mais um passo importante. Há uma complexidade em tudo isso e é muito importante a sociedade ter a dimensão da obra e das dificuldades e transtornos que ela causa", afirmou Waldez Góes.

Ao todo, a construção da rodovia e dos dois viadutos resultam no investimento de R$ 93,3 milhões. Desse total, R$ 22 milhões foram articulados pelo senador Davi Alcolumbre junto à bancada federal do Amapá.

"Aqui a Norte-Sul estava paralisada e o governo do Estado se mobilizou para retomar. Então, a gente conseguiu e eu quero registrar, uma emenda de bancada importantíssima que vai complementar essa obra", disse o senador. 

O diretor do departamento de obras da Secretaria de Estado de Transporte do Amapá (Setrap), Antônio Chucre, se disse "honrado" em fazer parte deste momento tão importante para Macapá. Ele é um dos pioneiros nos trabalhos de aberturas de rodovias, uma delas foi a criação da  BR-156.

“São 45 anos atuando na mobilidade urbana do estado e hoje Deus me colocou no lugar e no horário certo. Fui presenteado com a oportunidade de ser o diretor que vai acompanhar a construção de dois viadutos de integração. Isso vale para o resto da vida e não tem preço, porque é algo que nós gostamos de fazer”, expressou.

Desvio

De acordo com o secretário de Estado de Transporte, Benedito Conceição, o desvio provisório terá três pistas que terão a mesma logística usada atualmente na Ponte da Lagoa dos Índios, com o seu funcionamento acompanhando a intensidade do tráfego.

"Assim que o desvio ficar pronto, seguiremos o funcionamento da ponte, que das 6h às 12h tem uma pista para o sentido Macapá/Santana e duas no sentido Santana/Macapá. E, das 12h às 6h, duas pistas pegam o fluxo de Macapá em direção à Santana e a outra recebe o contrafluxo", explicou.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Marcelo Loureiro/Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá